GRATIDÃO

Ao grandioso e bondoso trino Deus, meus familiares, eu e meu irmão José Renato somos só gratidão. Ele tem nos suprido de força, consolo, acentuadamente agora que dona Angelina de Moura Bueno foi promovida à glória celestial.

Como esposa, mãe, avó e bisavó, construiu caminhos que refletem o bem, calor humano, solidariedade, atos de profunda doação. Seja em casa, na comunidade, igreja, dividir o bem, viver o amor foi uma constante.
Como cristã, mais do que palavras, em atos se espraiava em bondade, exalando o amor do filho de Deus a todos. Em tudo, simples, operante, modesta, atitudes que a tornam grande.
Era intima com Deus, inabalável na fé, submissa à graça de Cristo que nos tornam vencedores.

 

EXPRESSANDO AMOR E SENTIDO A VIDA

 Do neto Paulo César F. M. Bueno
 
Querida vó Angelina, obrigado por tudo o que fez por nós, sua fé edificou a nossa família na rocha que é Jesus, os seus ensinamentos nos instruíram qual caminho tomar, sua vida nos ensinou a viver, e foi uma maravilha ter a senhora ao nosso lado, como sou grato a Deus por ser seu neto e poder ter vivido ao seu lado, obrigado mil vezes, sem a senhora, não sei quem eu seria hoje.
Descanse em paz vó amada

 

 
Todo agradecimento aos pastores Hélio Ferreira e Willian Poiatte que conduziram a tocante cerimônia “de memória”; bem como a locução do pastor Adeneir Jorge Pinheiro de Moura que nos enterneceu.
Gratidão ao trabalho de som e imagens de Nair Ferreira e Carolina Marques.
Muito devemos também às primas Mara Bueno, Andréia Fadel e Clovania Moura. Obrigadíssimo á todos que de forma “online” nos banharam de consolo e carinho.
 
 
 

Postado dia terça-feira, 6 de outubro de 2020.Você pode seguir este post através do link RSS 2.0. Você pode deixar um comentario.

2 Respostas para “GRATIDÃO”

  1. Wilson querido , imagino que sua Mãezinha foi para o céu! Que ela descanse em paz ! Carinhos e saudades, Guida Lacerda Nogueira

    ResponderExcluir
  2. Muito querida Guida, realmente é dolorida a ausência de mãe, seja o colo, o nos ouvir, nos corrigir, festejar, sofrer junto. Sem exagero, via na amada dona Maria, sua mãe, traços de personalidade, também presentes em dona Angelina: sabedoria de vida, grande solidariedade ao próximo, sensibilidade, torrentes de amor

    ResponderExcluir