A ARTE DE SUZANA LOBO

Pintora com formação no Rio, no Instituto de Belas Artes,  tendo entre seus mestres, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, luminares da dimensão de Iberê Camargo, Ivan Serpa e Manoel Santiago, Suzana Lobo galgou merecido e louvável patamar no meio das artes
Plásticas do Paraná. Suzana Lobo abriu mostra individual no Museu Guido Viaro, com trabalhos novos, que lá permanecem até 30 de novembro

Fotos: Patricia Klemtz


Irene Gomm dos Santos e Suzana Lobo


Gilberto Monastier, Suzana Lobo e Maria Helena Caprilhone Monastier


Marta Sansonio, João Osorio e Carlos Artur Krüger Passos


 Elisa Ribeiro, Eliane Abrão e Maria Esther Wladeck


 Maria José Andrade Silva (Mazé), Liliana Mendes Cabral, Maria Alice Veloso e Leíla Pedroso


 Danielle Pie, Suzana Lobo e Tulio Viaro


 Rosa Dalledone, Suzana Lobo e Camila Dalledone


 Suzana Lobo e Anauila Lugarini Madalosso


 Sandra Hiromoto, Marilsa Urban, Suzana Lobo e Elisiane Correa Wenger


 Constantino Viaro, Suzana Lobo e Guido Viaro


 Alessandra Lobo, Constantino Viaro e Isabela França


 Fernando Veloso, Alfi Vivern, Suzana Lobo, Maria Alice Veloso e Marcos Bento


 Maite Lobo Sponholz, Alessandra Lobo, Sergio Ferreira de Souza e Rodrigo Sergio Souza



Katia Velo, Oswaldo Fontoura Dias, Carla Schwab, Eloir Amaro e Suzana Lobo

Postado dia quinta-feira, 21 de novembro de 2019.Você pode seguir este post através do link RSS 2.0. Você pode deixar um comentario.

Deixe seu comentário