MUSEU DE ARTE INDÍGENA EM CURITIBA

Trazendo a arte indígena brasileira, com abrangência que o posiciona como o mais completo do país, o Museu de Arte Indígena – MAI – abre suas portas nesta quarta-feira, dia 16, ocupando mais de 600m², no  1413 da Avenida Água Verde
Um acontecimento às nossas raízes, a iniciativa  tem à frente a dedicação e entusiasmo da empresária Juliana Podolan Martins, que, em 12 anos de expedições às mais variadas tribos do país, reuniu acervo que ressoa internacionalmente. Ambicionada por museus e colecionadores da Europa e EUA, a coleção que enriquece o MAI já foi exibida pelo Canal France 2, em programa de cultura de maior audiência da França. Por anos, o MAI esteve instalado em Clevelândia, no Paraná, torrão natal dos Martins. Em tempo: Com louvável competência, a curadoria do Museu de Arte Indígena é respondida por Ana Itália Paraná Mariano e Ana Silvia Paraná Mariano Kerin

Julianna Rocha Podolan Martins premia Curitiba com acervo único 


Foto: Divulgação

Postado dia terça-feira, 15 de novembro de 2016 com os seguintes temas ,.Você pode seguir este post através do link RSS 2.0. Você pode deixar um comentario.

Deixe seu comentário