VOZES DO PARANÁ: RETRATOS DE PARANAENSES


Leonor Demeterco de Oliveira

 Acompanho desde o lançamento de seu número 1 a coleção de livros “Vozes do Paraná – Retratos de Paranaenses”, do jornalista Aroldo Murá G. Haygert.

O livro atinge  muito bem o objetivo oportuníssimo que Aroldo estabeleceu: tornou-se uma obra que resume boa parte de perfis de homens e mulheres que fazem o Paraná de hoje. Impossível seria contemplar todos os notáveis da terra. Afinal, somos 10 milhões de paranaenses vivendo aqui.
Mas o que observo, e quero registrar, é que a obra vai num crescendo enorme. Por exemplo, o número 8, a ser lançado no dia 6 de outubro (salve a data na agenda), no Palacete dos Leão, sede do BRDE, av. João Gualberto, vai reunir gente de notável contribuição à sociedade paranaense.
A obra, no número 8, terá perfis, dentre outros, de Leonor Demeterco de Oliveira e sua história de fidelidade à memória de Lamartine Correia de Oliveira, à sua família e às suas crenças políticas e espirituais; Olímpio de Sá Sotto Maior, por quatro vezes procurador geral da Justiça do Paraná, é outro nome escolhido a dedo, dono de obra invejável, especialmente na defesa dos direitos humanos. Os índios caiganguês sempre mereceram atenções de Olímpio, assim como as crianças.


 José Machado de Oliveira   

Outro nome indissociável do chamado patriciado paranaense é o advogado José Machado de Oliveira, a personalidade referencial na área do Direito Tributário, comandante do Escritório Augusto Prolik.
Franco, simples, um douto em sua especialidade, Machado é também dono de uma biografia de dedicação ao próximo: por anos atuou na Conferência Vicentina, em Ponta Grossa, socorrendo as populações nacessitadas. Como advogado, recebe consultas de todo o Brasil, via web, que ele, aos 75 anos, usa com toda destreza.

Ele é um dos personagens de “Vozes 8”, que estará na noite do dia 6 de outubro, no Palacete dos Leão.


Ari Faria Bittencourt  

 Primeiro Vice-presidente da Federação do Comércio, Ari Faria Bittencourt é quem substitui Darci Piana na Federação. Um tipo humano com marcas muito singulares, Ari é o presidente do poderoso Sindicato dos Lojistas de Curitiba e Região Metropolitana de Curitiba há 18 anos.
Elegante, um cavalheiro no trato com os interlocutores, Ari tem uma história de vida formada na grande escola do balcão de casas comerciais, de que foi sócio e/ ou dono. No perfil, o líder empresarial opina sobre temas atualíssimos, como as questões trabalhistas. Lembra, com tom saudoso, dos tempos dos chamados vogais na Justiça do Trabalho, posição que ocupou por anos. Acha que os vogais nunca deveriam ter deixado de existir.


Luiz Julio Zaruch  


Primeiro assessor de imprensa de Jaime Lerner, quando o notável urbanista assumiu a Prefeitura de Curitiba pela primeira vez, em 1971, Zaruch é um especialista em turismo. Mas como jornalista passou por muitas frentes, em jornais do Paraná. É dono de uma memória privilegiada sobre a revolução urbana que ocorreu em Curitiba. No livro, entre muitas preciosidades, ele lembra aos leitores de “Vozes do Paraná – 8” que o petit-pavé da Rua das Flores é tombado pelo Patrimônio Histórico. Uma preciosidade de informação.

Postado dia sábado, 16 de julho de 2016 com os seguintes temas ,,.Você pode seguir este post através do link RSS 2.0. Você pode deixar um comentario.

Deixe seu comentário