FIGURA BRILHANTE - ADEUS A ALEX BELTRÃO

Pela importância e abrangência de seus feitos, seja no planejamento, na agricultura, no urbanismo e nos transportes, Alex Beltrão, morto, em abril, no Rio, onde residia, alcança podium no panteão de filhos do Paraná, que trouxeram promoção ao Estado e País, orgulhando nossas cores. Das marcas que deixa, foram determinantes à economia e à cultura, a sedimentação do BADEP, que veio estimular o investimento em indústria e infraestrutura, bem como a concepção do MON, Museu Oscar Niemeyer, ao lado do governador Jaime Lerner. Em Londres, onde atuou como Secretário-Geral da Organização Mundial do Café, Alex Beltrão manteve-se 26 anos no posto, tal a excelência que imprimiu àquela missão. Ele era tido como “embaixador informal do Brasil na Inglaterra”, atribuição resultante do empenho e atenções que distinguia a todos que o procuravam. Eleito pelos países exportadores e compradores de café, sua longa e rara permanência no comando da Secretaria-Geral da Organização Mundial do Café positivava-se pelo brilho de sua atuação. Essa aplaudida performance, disvinculava-o do ânimo político da política brasileira, já que sua eleição era decidida por vários países. Com brilho intelectual, grande charme, educação e elegância de “lorde”, ampliava sua bela personalidade uma marcante simplicidade. Homem do mundo, teve encontros com personalidades singulares, como Jean Paul Sartre, Michael Caine, os James Bond, Sean Connery e Roger Moore, a Rainha, e como Pablo Picasso – com quem conversou longamente em uma viagem de trem entre Londres e Edimburgo sem saber quem ele era. Homem de compartilhar, visionário, deixa grandes marcas. Dedicado à família, a quem abraço, Alex Beltrão deixa a companheira, Anna Emilia, os filhos, Eduardo e Sandra, a nora, Jacqueline, e os netos, Amelia, Tiago e Jorge.
Em tempo: Quem lamentava – mais uma vez – não ter conseguido entrevistar  Alex Beltrão para seu livro deste ano (referencial) Vozes do Paraná, Retratos de Paranaenses, foi o jornalista Aroldo Murá Haygert. A propósito: o número 8 de Vozes do Paraná terá entre os personagens deste ano a galerista Zilda Beltrão Fraletti, que era sobrinha de Alex, e que com ele e Anna Emilia viveu um tempo em Londres. Outros personagens do Vozes do Paraná: Beatriz Pellizzetti Lolla, Luiz Carlos França da Rocha, Olímpio Sotto Maior Junior, Gerson Zafalon Martins, Silvio Sebastiani, Maria Auxiliadora Schmidt, Adilson Arantes, José Machado de Oliveira, Eloi Zanetti, Silvio Barros ll, Ricardo Nogare, entre outros.

Lançamento a  partir de 19h, de 19 de setembro, no Palacete dos Leões, sede do BRDE, Av. João Gualberto.

Postado dia sexta-feira, 13 de maio de 2016 com os seguintes temas .Você pode seguir este post através do link RSS 2.0. Você pode deixar um comentario.

Deixe seu comentário