Ícone da OP ART na Bienal Internacional de Curitiba

Com a maior expressão, a Bienal Internacional de Curitiba será inaugurada dia 3 de outubro no Museu Oscar Niemeyer. Marcando seu 22º aniversário de fundação, o evento que ganha mais fronteiras terá um colorido muito especial, entre valores que pontificarão no programa que notabiliza a realização de arte e cultura, que tem como base a capital paranaense. Uma das expressões no elenco de artistas é Julio Le Parc, argentino radicado na França, que apresentará três instalações no espaço “Olho” do MON. Um dos maiores representantes do movimento OP ART, Le Parc tem sua criatividade firmada na famosa Hermès. A grife francesa tem linha de lenços de seda com motivos criados por Le Parc. São os caleidoscópios multicoloridos da série La Longue March, criada em 1974. Em tempo: o arquiteto Luiz Ernesto Meyer Pereira comanda a Bienal.

Postado dia sábado, 4 de julho de 2015 com os seguintes temas ,,,,,,,,.Você pode seguir este post através do link RSS 2.0. Você pode deixar um comentario.

Deixe seu comentário