Persona

Foto: Divulgação 

O advogado Fernando Miranda faz parte do raro grupo que se impõe à História, seja pela relevância alcançada como homem do Direito, liderança empresarial e atuação política, como secretário de Estado. Com desenvoltura internacional, seu universo alia incursões pelo mundo da cultura clássica, notáveis espetáculos de música e arte, levados aos palcos das capitais do mundo. Com o foco e sensibilidade direcionados ao próximo, presidiu obras memoráveis, como a Associação dos Amigos do Hospital de Clínicas da UFPR, às quais não mediu esforços no trabalho totalmente vitorioso que foi o de integrar a Sociedade Curitibana, em seus múltiplos círculos, às necessidades daquela emblemática instituição, porta de saúde ao Paraná e ao País. Com tantas qualificações, marca o perfil de Fernando Miranda seus dotes de anfitrião, que exerceu em grande estilo em sua Casa das Pedras, em Caiobá, projeto de Sérgio Bernardes. O mundo social paranaense teve muitos de seus melhores capítulos naquele address praiano, que também acolheu personagens de todas as latitudes como a socialite carioca Marcia Chagas Freitas, a escritora Marisa Raja Gabaglia, o cantor Pery Ribeiro, os colunistas Giba Um e Pomona Polits, entre tantos, sem falar dos governadores do Paraná, que jamais declinavam ao convite do gentleman Fernando Miranda. Uma das admirações políticas de Miranda, o lendário presidente Juscelino Kubitschek tinha agendado temporada de férias naquele cenário único, quando dias antes, veio o desastre que o levou. Em tempo: Fernando Miranda, que comandou a Sociedade Consular do Paraná, atuando como cônsul honorário do Equador, será personagem do livro Vozes do Paraná, edição 7, escrito pelo jornalista Aroldo Murá G. Haygert, que será lançado dia 10 de setembro na EBS Business School.

Postado dia sábado, 13 de junho de 2015 com os seguintes temas ,,,,.Você pode seguir este post através do link RSS 2.0. Você pode deixar um comentario.

Deixe seu comentário