Carrière & Artes

Bia Wouk, um dos nomes mais importantes das artes plásticas do PR, da geração 1970 – ao lado de Carlos Eduardo Zimmermman – está de volta a Curitiba. No momento se ocupa em organizar o apartamento que tem na Alameda Dom Pedro II, em edifício senhorial, onde moram, por exemplo, Maurício e Martha Schulman e Zig e Regina Morgenstem. Bia tem planos para reingressar na vida das artes da cidade, depois de 10 anos fora do Brasil, período em que o marido, João Almino, cumpriu amplo roteiro de posições na carreira diplomática. Estavam há 4 anos em Madrid, onde ele foi cônsul geral. João é considerado um dos ’top de linha’ do Itamaratí. Até por isso o Ministério das Relações Exteriores entregou-lhe a direção de um organismo de grande importância nas relações internacionais: dirigir a Agência Brasileira de Cooperação (ABC). Por ela passam as decisões sobre todos os projetos conjuntos de coperação do país. João vai se dividir – quando possível, em certos finais de semana – entre Brasilia e Curitiba. No momento ele também se ocupa do lançamento de seu mais recente romance, “Enigmas da Primavera”. O livro é um sucesso de crítica.

Postado dia sábado, 6 de junho de 2015 com os seguintes temas ,,.Você pode seguir este post através do link RSS 2.0. Você pode deixar um comentario.

Deixe seu comentário